DOCE DE MAMÃO VERDE

Deixei 3 horas e 15 no fogo baixo, até o ponto de brigadeiro. Comemos de sobremesa com um pedacinho de queijo minas, uma delícia. Dá trabalho mas vale muito a pena.


2 mamões verdes (cerca de 2kg)
1 punhado generoso de sal
2 colheres de sopa de vinagre de maçã
1 canela em rama
5 floretes de cravo-da-índia
800g de açúcar
400ml de água
Suco de 1 limão-taiti

Como fiz: risquei toda a superfície de 2 mamões verdes com a ponta de uma faquinha e deixei repousar por uma hora para sair o "leite". Lavei e abri as frutas ao meio, retirei as sementes com uma colher e cortei cada metade em duas ou três partes. Ralei na parte grossa do ralador os mamões com casca e tudo, coloquei em uma bacia grande, lavei, escorri e cobri com água filtrada. Coloquei um punhado grande de sal e um pouco de vinagre e deixei repousar por 2 horas. Passado este tempo, escorri a água e lavei o mamão ralado para retirar o sal, voltei a cobrir com água e deixei repousar mais 2 horas. Escorri, cobri com bastante água novamente e deixei de molho de um dia para o outro (10-12 horas). Todo este processo é para retirar o amargor da fruta verde. Algumas pessoas apenas aferventam uma vez, mas eu prefiro fazer desta forma mais tradicional. O sal e o vinagre eu acrescento pois faço o mesmo com a berinjela para não oxidar.

Depois do descanso, escorra bem o mamão e esprema para retirar todo o excesso de água. Leve uma panela grande ao fogo baixo e misture delicadamente o açúcar, a água, a canela e o cravo, prepare uma calda em ponto de fio, adicione o mamão ralado, mexa e deixe cozinhar até que reduza e o doce fique bem brilhante. O meu levou 3 horas e 15 minutos no fogo. Mexi de vez em quando e no final mexi com mais frequência, adicionei o suco de limão e deixei a calda secar até o doce desgrudar do fundo da panela como brigadeiro. Se você gostar do doce com mais caldinho, desligue antes. Sirva puro ou com queijo minas fresco, fica delicioso.

Obs: eu utilizei a mesma proporção de açúcar e água que uso para fazer geleia: metade ou menos do peso da fruta para calcular o açúcar (depende do doçor da fruta pois gosto de geleias mais ácidas). Para o doce de compota, coloco metade do peso do açúcar de água filtrada para a calda.