MUSTUM ARDENS

Os franceses dizem que uma boa mostarda deve 'subir ao nariz', como na expressão “La moutarde me monte au nez“ (ao pé da letra, 'A mostarda está subindo no meu nariz'). Ela deve ser forte e picante, fruto de uma boa moagem e de sua pureza. Estudando sobre estes grãos incríveis que sempre adorei mas só os consumia na forma industrializada, descobri muitas coisas fascinantes, e me aventurei a fazer alguns preparos em casa. Primeiramente me assustei com o sabor, bem diferente, mais forte e muito mais picante do que conhecemos e estamos acostumados a comprar nas prateleiras do supermercado. Tentei me aproximar de um paladar mais suave, fiz receitas tipo Dijon e outras temperadas, e depois de m-u-i-t-a-s misturas, me dei conta e resolvi que podemos (e devemos) ter uma mostarda diferente, nossa, com nosso paladar e nossa criatividade. Fiz 3 sabores para testar: o 'DA CASA', com nossa mistura de grãos e sabores. Um molho forte, encorpado, com grãos de moagem fina e média, pensada para incrementar outros temperos e temperar carnes. Bem picante e aromático. Fiz uma 'COM MEL', que adoro com muitos pratos, e esta mistura dispensa explicações de tão saborosa que é. Por último,uma versão 'COM PIMENTA', uma mistura bem equilibrada da pungência da mostarda com a pimenta vermelha. É isso, gente! A melhor parte de tudo é se jogar no mundo para saber mais e mais, isto ninguém tira de nós. Até!