FEIJOADA NUNCA É DEMAIS

O prato preferido do maridão tem que aparecer no cardápio várias vezes por ano com tudo que tem direito: arroz, farofa, couve e laranja. Ah, e com muita pimenta, é claro! Fiz esta do jeito que minha mãe faz: ela escalda três ou quatro vezes as carnes salgadas (prove para sentir o sal) e depois cozinha junto com o feijão mais folhas de louro por 30 minutos apenas e deixa o ar da panela de pressão sair. Enquanto isto refoga cebola até ficar bem dourada e bastante alho, abre a panela e mistura com o feijão-maravilha. Ele fica bem inchadinho e macio, com as carnes e os grãos inteiros sem desmanchar. Depois de um descansinho a feijoada fica com o caldo bem grosso e com os grãos inteiros, uma delícia! Você pode deixar o feijão de molho de véspera, que é o ideal, cozinhar na pressão por apenas 20 minutos e transferir para uma caçarola de ferro ou de inox com fundo grosso para apurar mais um pouco, só tome cuidado para não desmanchar demais os grãos. Eu não esperei e cliquei com ela ainda ralinha logo que tirei da panela, já estava um delícia antes do descanso e 'cheia de jogador', como meu marido fala. É uma ótima opção para preparar a feijoada no mesmo dia com mais rapidez, sem deixar as carnes de molho na véspera ou cozinhar lentamente o feijão, que é a melhor opção. Às vezes faço na panela de ferro e levo umas 3 ou 4 horas cozinhando, mas nem sempre é possível e é ótimo saber várias formas de preparar. Todas ficam deliciosas e eu adoro a praticidade da panela de pressão. Por mais que não apure tanto o sabor temos que reconhecer que ela é uma grande amiga da dona de casa e uma mão na roda para o dia a dia. Boas feijoadas com muita pimenta pra vcs!