MAHSHI MALFOUF, O CHARUTO ÁRABE

Minha avó Adélia fazia muito esta receita com folhas de uva (warak enab), ouvi dizer que as parreiras no Líbano utilizadas neste prato não produzem uvas, possuem folhas mais macias e menos fibrosas que as que encontramos aqui no Brasil. Por aqui o costume é fazer com repolho, mas também dá pra achar as folhas de parreira em algumas feiras. As folhas são pré-cozidas e recheadas com uma mistura de carne moída, arroz, hortelã e especiarias. Depois são enroladas e colocadas na panela bem juntinhas com molho de tomate e outros temperos. Eu resolvi fazer um pouco diferente. Queria preparar um prato mais colorido, então fiz com repolho roxo, e em vez de fazer na panela, dispus os charutinhos numa assadeira de cerâmica e fiz no forno com um pouco de caldo de legumes caseiro (sem tomates), alho picado e minicebolas roxas. Cobri com papel alumínio e deixei por 40 minutos a 200º, na hora de servir coloquei azeite e hortelã picada. Ficou super macio e molhadinho, nada ressecado como pensei que poderia ficar. É só cobrir os charutos com um pouco do caldo antes de levar ao forno que o sucesso é garantido! Achei lindo para servir na mesa, e ficaram deliciosos. ♥