MINHA MENSAGEM DE NATAL

NÃO EXISTE PRATO VAZIO PARA UM CORAÇÃO CHEIO DE AMOR.
Este ano, em que muitos estarão com a mesa farta e outros sequer podem comprar um quilo de feijão, sinto necessidade de fazer uma reflexão e de olhar para o outro, me colocar em seu lugar e pensar no que realmente importa. Esta data é tão rodeada de sentimentos bons e de valores importantes, mas penso que não podem se resumir a um único dia do ano. É preciso viver o Natal diariamente, semeando coisas boas, olhando nos olhos do outro e fazendo deste um mundo melhor. Sonho com um novo Natal, sem grandes ostentações, com comidas feitas em casa pelas mãos amorosas de quem prepara, não importa o que é ou quanto custou. Não importa se é peru ou se é frango, ou se é arroz com feijão. O que importa no fim das contas? Sonho com um novo Natal, em que eu não tenha que dar presente por obrigação. Presente não é prova de amor, amor é que é amor. Sonho com um Natal em que as pessoas sejam os próprios presentes, em que possam olhar nos olhos umas das outras e valorizem a importância daquele momento presente. Não antes, não depois, mas durante, no momento exato daquele instante especial. Sonho com um novo Natal, em que esta palavra signifique nascimento da uma nova consciência, de valores morais importantes, de celebração da vida e da responsabilidade por nossas escolhas que teimamos em não assumir. Todo mundo deseja amor verdadeiro, mas o que andamos plantando para colher amor? Eu escolhi viver de amor, aquele que a gente sente e não tem vergonha de sentir nem de expressar, aquele que nenhum presente material é capaz de representar, aquele que faz a vida ter sentido e valer a pena todos os dias. Sonho com um natal diário, sincero e transparente, por que vale a pena renascer e viver uma vida consciente e com amor de verdade para compartilhar, sem vergonha de quanto custou o prato que está na mesa. Amor não tem valor, é inestimável. Amor é mais que Natal, é uma escolha para a vida, é um prato cheio quando a despensa está vazia. E pra você, o que realmente importa?

OBS: comprei estes objetos com R$35 reais no supermercado perto de casa. Enfeitarei minha mesa de Natal com eles e com os objetos que já tenho em casa. Adoro comprar louças mas quis fazer esta homenagem simbólica aos servidores que estão sem receber salários no Rio de Janeiro há dois meses, e às pessoas que estão muito tristes por não poderem comprar comida farta para a ceia da família. Use você também o que já tem. Novo mesmo é renovar, o Natal e o olhar. Feliz renascimento, pessoal!