CANJICA

No sudeste se chama canjica; no nordeste, mungunzá. Eu sempre conheci como canjica aqui no Rio de Janeiro nos festejos juninos, mungunzá para nós é a canjica feita com milho amarelo. Sou louca pelas comidas, músicas e roupas da época de São João, viva a comida e a diversidade brasileira! ♥


Para pegar a receita da paçoca clique aqui.

250g de milho branco para canjica
1 xícara de açúcar cristal ou 
1 lata de leite condensado
500ml de leite integral
250ml de leite de coco
50g de coco ralado 
1-2 ramas de canela
Floretes de cravo-da-índia

Água suficiente para o molho (se puder, hidrate no leite de coco fino) + 2 litros para o cozimento

Deixe o milho de molho de um dia para o outro e troque a água uma vez depois de algumas horas. Descarte esta água do molho, transfira o milho para uma panela de pressão, acrescente a água, cozinhe por 30 minutos depois que apitar e deixe o ar sair naturalmente. Abra a panela, escorra a água do cozimento (não precisa coar, retire virando delicadamente a panela para retirar o excesso), misture o restante dos ingredientes e leve ao fogo baixo até o leite ferver e a canjica ficar um pouco cremosa - ela fica mais grossa depois que esfria. Sirva com amendoim moído ou sem pele tostado, paçoca ou canela em pó.

Obs: você pode bater no liquidificador o coco fresco ralado com água quente para fazer o leite de coco ralo. Utilize o leite e o bagaço na receita.