MARIA MOLE

Fiz esta receita para lembrar da minha infância na vila do Andaraí correndo descalça atrás de saquinhos de doces no dia 27 de setembro, dia de Cosme e Damião. Para mim é como um halloween à brasileira, um dia misterioso e polêmico que no fim das contas as crianças amam! A gente torcia mesmo era para que todos os adultos tivessem feito promessa das boas, assim teríamos doce garantido pra semana toda. O dia já acordava movimentado, Celinha e vó Rosa com seus lenços na cabeça tomavam conta de mim pelas esquinas das terras de Noel. Eu não sou uma carioca zona sul e sim do berço do samba de Vila Isabel, com muita alegria. Dona Dolores devia ser uma santa pois nunca distribuiu doces e mesmo assim eu sempre batia em sua porta, era como pedir uma benção. O dia começava movimentado com muita gente na rua, tinha mulher casada que falava de boca pequena que isso é coisa do demo e só me fazia pensar que o demo devia ser muito legal pra distribuir doces pra nós; tinha mulher rica que colocava Serenata de Amor, Bis e 7 Belo no saquinho e era como achar o potinho de ouro no final do arco-íris. Essa devia ter cometido um pecado mortal! Tinha homem feito que tirava casquinha da marmelada, vovó que roubava xup-xup e gente que fingia não gostar mas pegava nosso doce escondido, era um reboliço dos bons e um falatório que só terminava às cinco da tarde. Como era bom trocar cocô de rato por suspiro e maria mole e pipoca doce por doce de abóbora e bala-boneco. Que saudade da infância! Aos poucos eu fui parando de ganhar os saquinhos... "Você está muito grande!" "Que isso?! Tá querendo roubar das crianças?!" A partir daí quem começou a tirar casquinha fui eu. :)




2 palitos pra fazer:
500g de açúcar
2 pacotes de gelatina sem sabor
200ml água quente
100g coco ralado úmido

Coloque o açúcar na tigela da batedeira e encaixe o batedor tipo fouet. Dissolva a gelatina em 2 colheres de água fria e depois adicione a água quente. Ligue a batedeira em velocidade média, adicione a mistura da gelatina e bata por 5 minutos. Depois deste tempo acrescente corante alimentício se quiser ou algum sabor (eu fiz sem nada mesmo), aumente a velocidade para alta e bata por mais 8 a 10 minutos. Despeje em uma forma 20x30cm untada com manteiga ou óleo de coco, cubra com plástico filme e leve para gelar por 2 horas. Corte no formato que quiser e passe no coco ralado.

Obs: a receita rende muito, se não for fazer para presentear e a família for pequena sugiro reduzir pela metade.