CANJIQUINHA MINEIRA NA PANELA DE PRESSÃO

péla-égua, péla égua, quirera, quirerada.

1 xícara de canjiquinha/quirera de milho
1kg de costelinha suína fresca em pedaços
200g de lombo curado dessalgado em cubos
200g de bacon magro cortado em cubos
1 linguiça calabresa cortada em rodelas 
1 cebola grande picada
4-6 dentes de alho picados
2 tomates-italianos picados
1 punhado de couve fatiada finamente
1 colher de sopa de tempero baiano OU
1/2 colher de chá de cada: cúrcuma, cominho e orégano
1 colher de sopa de páprica doce
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1,5 litro de água fervente
2 folhas de louro
Óleo para refogar

Tempere a costelinha com o tempero baiano, o sal, a pimenta e a páprica e deixe descansar por 1 hora ou de um dia para o outro na geladeira. Lave a canjiquinha 3 vezes até que a água fique clara e reserve. Leve uma panela de pressão ao fogo médio, regue com um fio de óleo e sele os pedaços de costela até que fiquem bem dourados, “pegando” no fundo da panela. Junte o bacon e a calabresa, misture por alguns minutos e adicione a cebola com o louro. Refogue até murchar, raspando o fundinho da panela, acrescente o alho, deixe perfumar e misture o lombo, a quirera e a água fervente. Tampe a panela, baixe o fogo e conte 15 minutos depois que apitar. Deixe o ar sair naturalmente, ajuste os temperos, misture o tomate picado e a couve e sirva.