MEZZE ÁRABE

Vocês devem estar se perguntando o que é mezze se não forem familiarizados com comidas e restaurantes árabes. A palavra mezze tem sua origem na expressão árabe “alloumaza”, que significa aquilo que é saboreado com a ponta dos lábios. Aqui no Brasil eu associo ao couver, aos pestiscos servidos antes dos pratos principais para serem compartilhados e comidos com as mãos. O mezze árabe é uma ótima sugestão de brunch já que tem várias opções saudáveis e dependendo do que for servido ninguém vai querer pensar em querer prato principal pois o mezze já é um evento! No meu preparei kafta, falafelhomus bi tahine, pão folha, conserva de berinjela, molho de iogurte e salada de pepino com tomate. Coloquei minhas receitas junto com as fotos ao longo da postagem, espero que você se anime para preparar pelo menos uma! Me conta depois?





FALAFEL
250g grão de bico 
4-5 dentes de alho
cheiro verde e hortelã a gosto
1/2 cebola
1/2 col chá cominho
1/2 col chá páprica picante
1/4 col chá pimenta síria
1 col chá fermento
1 col sopa gergelim torrado
farinha para dar liga  (cerca de 2col sopa)
sal e pimenta do reino a gosto
óleo para fritar

Preparo: deixar o grão de bico de molho com bastante água durante a noite e escorrer (não é necessário cozinhar o grão para esta receita). Bata o grão de bico e os demais ingredientes no processador e deixe a massa descansar na geladeira por pelo menos 30 minutos. Aqueça o óleo, monte bolinhos de forma achatada com cerca de 5 cm e frite por imersão. É importante que fiquem bem dourados mas fritem por tempo moderado para poderem cozinhar, portanto não deixe o fogo muito alto. Sirva quente.


MOLHO DE IOGURTE
200ml iogurte natural caseiro ou coalhada
suco de 1 limão
folhas de hortelã picadas a gosto
1 dente de alho amassado

Misture todos os ingredientes e sirva gelado.


HOMUS BI TAHINE
250g de grão de bico
3 col sopa tahine
4-5 dentes de alho
100ml de azeite ou mais
suco de 1 limão suculento
sal a gosto

Deixe o grão de bico de molho da noite para o dia, descarte a água do molho e cozinhe na pressão por 25 minutos com pouco sal e uma folha de louro. Deixe o ar sair naturalmente e processe os grãos (no liquidificador, processador ou mixer) com o restante dos ingredientes menos o azeite, acrescentando um pouco da água do cozimento para facilitar. Coloque o azeite no final e mexa apenas para incorporar com uma colher. O homus endurece bastante depois de pronto e refrigerado, então você pode deixar mais molinho nesta etapa. Cubra com mais azeite e leve à geladeira. Sirva com folhas de hortelã, páprica e mais azeite.


KAFTA
1kg patinho moído duas vezes
1 cebola média
4 dentes de alho roxo
1col chá páprica picante
1/2 col chá cominho
1/2 col chá pimenta-do-reino
1/4 col chá pimenta síria
1 pitada de canela
noz-moscada moída na hora a gosto 
folhas de 6 ramos fartos de hortelã
2-3 pedras de gelo
1col chá sal

Bata todos os ingredientes no processador até dar liga. Se não tiver um processador amasse bem com as mãos em um bowl grande, deixando sempre as pedras de gelo junto para ajudar. Se demorar muito para dar liga e você se cansar acrescente um ovo ou miolo de pão. Modele as kaftas nos palitos de churrasco e grelhe na frigideira com um fio de azeite em fogo médio-alto, deixando-as douradas por fora mas suculentas por dentro. Eu preparei assim no palito para o dia das mães mas meu jeito preferido de preparar a kafta é fazendo bolinhos achatados, um pouco maiores que os de falafel. Substitua 500g de patinho por carne de cordeiro e saboreie uma kafta com o sabor ainda mais tradicional.