FINGER FOOD ANCESTRAL

Falafel, Homus bi tahine, Babaganoush (baba-ghanush ou babaganouch), Muhammara, Shanklish, Manakish bi Zaatar. Parece até que falo árabe! Vou simplificar: bolinho de grão de bico, pasta de grão de bico com gergelim, pasta de berinjela e pasta picante de pimentão vermelho com nozes; queijo árabe e pão coberto com especiarias. Melhorou? :) O que importa é que são comidinhas árabes deliciosas e temperadas, feitas para se comer com as mãos, bater um bom papo em volta da mesa e se divertir com as pessoas mais queridas! Hoje foi dia de matar a saudade da infância e fazer a família feliz. Dá um pouquinho de trabalho, mas temos tempo de sobra nesta vida para o que realmente importa (ou deveríamos ter), não é mesmo? Além disto, cozinhar é realmente uma terapia. ♥








Para pegar a receita do homus bi tahine clique aqui;
Para pegar a receita do pão coberto de zaatar clique aqui;
Para pegar a receita do shanklish clique aqui.

Vamos à receita do falafel:
250g grão de bico 
5 dentes de alho grandes
cheiro verde e hortelã a gosto
1/2 cebola
1/2 col chá cominho
1/2 col chá páprica picante
1/4 col chá pimenta síria
1 col chá fermento
1 col sopa gergelim torrado
farinha para dar liga  (cerca de 2col sopa)
sal e pimenta do reino a gosto
óleo para fritar

Preparo: deixar o grão de bico de molho com bastante água durante a noite e escorrer (não precisa cozinhar, que maravilha!). Bata o grão de bico e os demais ingredientes no processador e deixe a massa descansar na geladeira por pelo menos 30 minutos. Aqueça o óleo, monte bolinhos de forma achatada com cerca de 5 cm e frite por imersão. É importante que fiquem bem dourados mas fritem por tempo moderado para poderem cozinhar, portanto não deixe o fogo muito alto. Sirva quente sempre, de preferência com molho de tahine com limão, fica delicioso!

Sugestão de sanduíche dos deuses: pão pita com homus, tabule, gotas de limão e bolinhos de falafel. Se tiver muhammara é pra comer de joelhos!